© 2019 Flavia Machado Consultoria de Estilo

As imagens de looks deste site foram autorizadas pelas clientes para publicações de Flávia Machado Consultoria de Estilo.

Crédito das minhas fotos: Karina Walter Fotografia.

December 17, 2017

Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Dicas e boas maneiras em hotéis, pousadas e hostels

 

Quando a gente chega no nosso destino de pouso – seja hotel, pousada ou albergue (hostel), a gente logo já tem outra programação em mente, ou está doido por um bom banho, café da manhã ou qualquer outra refeição se você chega no “horário da fome”.

Na correria, não damos muita atenção às instruções e regras gerais do hotel/pousada/hostel. Se o camareiro ou “bellman” que nos leva até o apartamento fala algumas instruções, a gente logo esquece delas tamanha é a empolgação de ter, finalmente, chegado ao nosso destino.

 

Pois bem. Acontece que saber e entender as regras gerais do lugar que vai nos hospedar é super importante para não sermos inconvenientes, sem querer.

 

Saber o horário de funcionamento do restaurante, especialmente do café da manhã, saber se o próprio hotel/pousada/hostel tem horário de funcionamento (em muitos países, com a siesta depois do almoço, algumas recepções de hotel chegam a fechar. Ou se for numa região mais “perigosa”, as portas podem fechar cedo à noite). Eu mesma já fiquei para fora de um hostel em Barcelona porque tinha hora para fechar a portaria e tanto eu quanto minha amiga não prestamos atenção a esse detalhe. Acabamos tocando a campainha insistentemente tarde da noite e incomodamos o sono de muita gente....

 

Além da questão horários, é bom que se respeite os vizinhos falando baixo nos corredores. Sabe como é, brasileiro é bastante expressivo e, mais ainda, se estamos em grupo, gostamos de conversar em tom alto, damos risadas e, sem querer, fazemos um baita barulho...

 

Se pedir serviço de quarto, mais precisamente refeição no quarto, certifique-se de como o hotel quer fazer com o prato depois que você terminar. Tem gente que deixa do lado de fora do quarto, no chão do corredor, mas muitos hotéis não gostam desta prática e você pode levar um “sermão” por conta disso...

 

No check in e no check out, a gente precisa de uma dose extra de paciência (e educação) para respeitar a fila, aguardar a sua vez para falar com o funcionário da recepção e se programar com os horários. Já tenha em mente que precisa de um tempo razoável para o check in e, principalmente, para o check out. Não adianta chamar seu táxi ou Uber antes da hora e ficar apressando o funcionário para encerrar sua conta. Eles precisam seguir os protocolos, as regras internas do hotel para efetuar seu check out quer você queira, quer não.

 

Ah, e se o seu check out for muito cedo de manhã e você for descer com suas malas, preste atenção se sua mala de rodinhas não faz muito barulho. Não tem coisa pior que ser acordada por barulho de malas de rodinhas muito antes do seu despertador tocar...

 

O mesmo vale para pedir informações no balcão da recepção. Se os funcionários estiverem atendendo outros hóspedes, é de bom tom que você espere sua vez de ser atendido.

Uma dica, caso o hotel não tenha um “concierge” para te dar dicas de turismo, ligue para a recepção ou central de atendimento diretamente do seu apartamento.

 

No geral, basta respeitar os vizinhos e cuidar com os barulhos que podem ser inconvenientes. A melhor forma da gente ser educado é colocar-se no lugar do outro.

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga